Esse blog tem como objetivo compartilhar e conhecer novas ideias sobre fetiches e assuntos relacionados sexualidade.

Translate

Chat Cornos e Afins

sábado, 9 de abril de 2011

Pegando no pintnho do marido

Esposas pegando no pintinho do marido enquanto sao fodidas pelos machos de verdade.
eu sonho com a minha levando pica de verdade e pegando no meu pintinho e falando que e muito miudinho para satisfazer sua bucetinha de piranha.

3 comentários:

  1. é duro para o marido corno ver sua esposa sendo comido por um home com um pau muito maior que o seu,,kkkk

    mas que eles gostam ,não resta duvida...


    ana casada,

    ResponderExcluir
  2. É verdade Ana casada. Eu sou corno e pouco tesudo. Minha esposa é muito querida e deixa-me lambe-la quando o macho dela não a pode comer.

    ResponderExcluir
  3. ATENÇÃO ESTOU UTILIZANDO NOVO E-MAIL E NOVO NÚMERO DE CELULAR VEJA A BAIXO:

    >>> fudedor.de.esposas.df@hotmail.com
    >>> (61) 8456-6055 Operadora OI.

    >> A melhor posição que curto comer mulher de CORNO é a seguinte:

    O corno por baixo de sua mulher num 69, o CORNO chupando a bucetinha dela e eu metendo a pica pra dentro da bucetinha dela.

    >> Quero ser fixo de algum casal, pois quero gozar bastante dentro da sua esposa para você meu amigo degustar do sabor da minha porra de dentro da buceta da sua esposinha.

    >>> Eu sou de Ceilândia, Brasília-DF sou comedor de esposinhas, procuro casais liberais, casadas, noivas,namoradas e solteiras. Adoro comer as esposinhas dos meus amigos na frente deles. Adoro gozar dentro da boca das casadas e mandar o CORNO limpar tudinho. Tenho 35 anos, qualquer casal que curta entre em contato comigo.

    >> OBS.: Favor não fiquem mandando mensagens para o meu celular, se quiserem me liguem pois sou comedor de esposinhas e não mensageiro. Curto real sou comedor nato.

    >>> FAVOR ME LIGUEM EM DIAS ÚTEIS POIS NÃO LEVO ESSE CELULAR PARA CASA.

    >>> Casais que procuram homem (macho) para sua mulher (esposinha) que sejam daqui do Distrito Federal ou que possam vir prá cá.

    ResponderExcluir